JUDAÍSMO>Judaísmo

Temos o prazer de partilhar convosco este evento único na Comunidade Judaica de Antioquia e as palavras do Rabino Elad Villegas sobre a importância e o impacto do mesmo em suas vidas a nível pessoal e comunitário:

Como judeu, o processo da vida é enfrentado no presente com decisões que abrangem o futuro. Cada etapa da vida religiosa é sempre acompanhada pelo anseio pela continuidade da vida judaica nas gerações futuras.

Se paramos para pensar, de onde é que a civilização ocidental tirou a idéia de que as pessoas podem mudar? Não é uma idéia óbvia. Grandes culturas simplesmente não pensavam assim. Os gregos, por exemplo, acreditavam que somos o que somos, e não podemos mudar este fato. Eles acreditavam que caráter é destino, e o personagem em si é algo com que nascemos, embora seja necessária muita coragem para atingir nosso potencial. Pessoas nascem heróis, não se tornam heróis. Platão acreditava que alguns seres humanos eram de ouro, outros de prata e outros de bronze. Aristóteles acreditava que alguns nascem para governar e outros para serem governados.
Comentário sobre a festa de Sucot   No primeiro dia tomareis para vós o fruto de árvores formosas, folhas de palmeiras, ramos de árvores frondosas e salgueiros de ribeiras; e vos alegrareis perante o Senhor vosso Deus por sete dias. (Vaikra 23:40)
western_wall_candles_hanukkahHoje, judeus do mundo todo completam um ciclo de acendimento de velas que, começou faz uma semana com uma vela e aumentando de forma gradual, termina hoje com 8 velas, finalizando assim, os 8 dias de Chanuka. A festa comemora a incrível batalha do pequeno exercito hebreu de Jerusalém, liderados pelos Hashmonaim, contra o poderoso Império Grego. E o simbólico milagre do pequeno frasco de óleo encontrado entre os escombros do Templo, o único intocado, que deveria ser suficiente para acender por um dia o candelabro que iluminava o local mais santo do Templo, e assim, o local mais santo para a religião judaica, e durou por oito dias, tempo suficiente para conseguir mais óleo. Não havia me caído a ficha, que estou morando na esquina do local aonde toda essa historia aconteceu. Ate que essa semana, vi um pai acendendo a vela com o filho nas ruas aqui de Jerusalém e estava contando a historia de Chanuka a seu filho e então disse "isso aconteceu com nossos tatataravos aqui mesmo, em Jerusalém". Foi quando percebi. Há cerca de 2200 anos, nessa mesma época, neste mesmo local, tentaram impor aos judeus como eles deveriam ser, que costumes deveriam seguir, quais os procedimentos tomar, o que era certo e o que era errado. E por não aceitarmos, por querermos seguir a religião de nossos pais, nos atacaram, invadiram nosso templo e pela espada tentaram nos forçar a aceitar suas crenças!

Comentários sobre a festa de Pessach   As três festas de peregrinação (Shloshet Haregalim) A festa de Pessach é uma das três festas chamadas de "festas de peregrinação", juntamente com Shavuot e Sucot. O significado desta expressão é que, nestas três datas, o povo de Israel deveria deixar...

Por Isaac Aboud Nossa mente limitada e finita tem dificuldade de entender o que é a eternidade. Tentemos ilustrar com a seguinte parábola: imaginem um monte de areia em que a cada mil anos um pássaro vem e leva consigo um grão no bico. Esta não...